RMC 2017 por Dj Thales de Paula

Bom, antes de começar a escrever esse  texto, deixa eu me apresentar rapidamente. Prazer DJ Thales de Paula, sou de São Gonçalo (RJ), 24 anos e já escrevo alguns artigos para este blog há algum tempo, dando dicas e releases dos produtos da Native Instruments para todo o mundo, e quando fui convidado para falar da minha experiência do que é o RMC! Senti na obrigação de relatar o projeto com  todos os detalhes. Então prepara aí que vem textão (brincadeira).

Então vamos lá?!
Antes de tudo deixa agradecer a toda equipe do RMC, com toda sua rapidez (dos bastidores, credenciamento ao encerramento), tudo muito ágil, bem equipados, pouquíssima burocracia até fugindo um pouco do casual que nós vemos em outros eventos, só aconteceu graças à Claudia Campa e Equipe, que também só foi possível que no terceiro dia trouxéssemos um DJ de fora para que fizéssemos um grande JAM Senssions! Um muito obrigado! Se não fosse por eles, este evento não aconteceria tão maravilho que foi!


Há nove anos nascia o Rio Music Conference, isso todo mundo sabe, mas esse ano com muito mais painéis. A excelente organização do evento realmente impressionou aos que tiveram a oportunidade de participar dos três dias do evento, que neste ano de 2017 foi realizado no Museu de Arte do Rio. Na minha opinião sobre a localização, o RMC acertou em cheio, eu que sou carioca, ainda não fui visitar o Porto Maravilha, fiquei impressionado em como o centro do rio melhorou muito!
Localização perfeita, 15 min das barcas, VLT na porta, Uber e taxi para quem quisesse ir para os outros cantos da cidade.

RMC POR FAVOR! 2018 NO MAR novamente! VIU !? Mobilidade nota 10!


Sobre as palestras e ao guia, daria para ver e agendar no caderninho, o que você queria assistir, e uma corridinha para chegar na sala , seria o ideal.Cada palestra teve um tempo médio de 45 minutos, por um lado pouco, dependendo, por outro lado perfeito para ter 15 minutos para uma troca de ideias sobre o assunto debatido. Assim foram durante os três dias!
Sobre a data escolhida, poderia ter sido no final de semana, muitos Djs trabalham de carteira assinada e não pode faltar aos seus trabalhos e aos que tocam à noite, sairiam bem no horário (21h) para começar a se preparar para tocar.

Vou resumir como foram os três dias rapidamente, no primeiro dia de evento depois dos painéis, uma cerimônia de abertura fantástica , logo após o VI Prêmio RMC e para fechar um perfeito live dos Elekfantz.
No segundo dia, depois dos workshops e painéis, tivemos o RMC Rádio.

No terceiro dia, mais workshops e não tivemos nenhuma festa de encerramento.

Tivemos muitos Afters espalhados por clubes parceiros do rmc, e uma semana depois do RMC CARNAVAL!

Logo no 5° andar do prédio, tivemos os workshops livres (rolando paralelamente as palestras e durante os intervalos delas), grandes marcas da indústria musical, EBA! Porém, a que mais se destacou lotando o andar do RMC, Foi a Native Instruments. Trazendo consigo tecnologia inovadora e uma gama de produtos sensacionais!

 

Como a S8, D2, Z2, S4 Mk2, F1 e X1mk2 na linha de DJing com o Traktor! E logo ao lado, pode observar o pacote Komplete com Komplete Kontrol S61, Maschine JAM e a Maschine. Tirando o folego de quem passava na hora na salinha.

 

Não muito diferente do que estava rolando dentro das salas com os painéis com os 3 temas da Native Instruments, No RMC que eram:

(DIA 15) Maschine Jam WorkFlow sendo palestrado pelo grande DJ WillDB(SP)

(DIA 16) Maschine e Traktor Via Ableton Link sendo palestrado pelo DJ Leo Gueddez (DF)

(DIA 17) Uso de Stems e Step Sequencer no seu set sendo palestrado pelo DJ Marcio Otsubo (EUA)

Nos Workshops livres tínhamos mais tempo (fora dos 45 min de cada palestra) para mostrar com mais detalhe toda essa gama e aplicando na pratica a todos que queriam saber mais sobre tudo que a Native podia trazer ao seu “ Discotecar”, isto nos 3 dias!

 

Fugindo um pouco da cena eletrônica que ronda o RMC, no segundo dia conseguimos montar no @bikebeats (projeto do Ricardo (SP), uma bike que é totalmente ecológica e totalmente convertida a energia solar) um par de toca discos (mk5) e resolvemos tirar um som para vermos o que ia rolar, não poderia ser melhor.

Sem querer, fizemos com o que o 5 ° andar do RMC ficasse lotado de DJs querendo "rabiscar" nos timecodes e no Z2.


Aproveitando o sucesso do segundo dia e a bikebeats que já estava montada, resolvi convidar o, DJ Nino Leal, campeão duas vezes do  redbull thre3style RJ e vice-campeão do DMC Brasil, para o ultimo dia do evento.
O Resultado? Você já sabe, um Jam Incrível, Nino nas pick-ups, Leandro Gueddez na equipe, pessoal da Aimec no Komplete.

Numa correria que no final deu super certo, só esqueceram de levar os Feltros dos toca discos e tivemos que usar uma capa de papel de um dos meus,Está me devendo um par de timecode novos!  (Sir Marcio Otsubo!)
Mas no final de tudo deu certo! Volto a dizer, no andar só dava a gente!


Pra quem não compareceu este ano, pode ver no Facebook do RMC tem muitos vídeos e fotos sobre que rolou, com certeza eu devo ter esquecido de algum detalhem me desculpem! . Esse ano, evento que costuma reunir amantes da música eletrônica abriu espaço para muitas outras vertentes. Maravilhoso! Melhor de tudo, era sair de lá com uma sensação de dever cumprido e saudade logo depois que a ficha caiu, falta muito para 2018?
Posso dizer que esse ano 2017 foi bom para Caraaamba, muita informação, idéias, experiências, figuras, fotos e mais importante, encontrar pessoas que também são apaixonadas como você, eu ela ... Todo mundo é DJ! Todo mundo está no ambiente em que você tem força e incentivo de quem já passaram pela mesma coisa que estamos galgando, agora esse RMC 2x17 vai ficar nas fotos, vídeos e memória! Desejo tudo em dobro pra todos que participaram desse evento.
Bom, é isto, apenas um ponto de vista de milhares de pessoas que participaram.

Um grande abraço.
DJ Thales de Paula.
Agradecimentos:
Deixa-me agradecer, claro né? Aquele cara lá de cima, que olham por todos que trabalham na noite
Segundo a Marcio Otsubo, sem esse cara não conseguiria chegar a onde me encontro.
Minha primeira e única dama Luciene Gomes, sem o apoio dela, não seria ninguém.
A Native Instruments pelo convite do RMC, clubes de AFters e por convite para escrever esse texto sobre meu ponto de vista.
E então! UFA! Acabou!
Pera ai, e a você Leitor! Sem você não tinha pra quem escrever.
Namastê, Muito obrigado!

Leave a reply

TraktorProTutorials.com Copyright © 2018 All Rights Reserved